Logo-2017

2

A modinha do óleo de coco, e uma pasta de cacau que também serve como calda.

31/10/2014 - 2 Comentários - Receitas | Cacau em pó, Café da manhã, Mel, Óleo de coco, Tahine

Não sei ao certo porquê, mas nos últimos 5 anos o óleo de coco caiu nas graças do povo. Fico me perguntando como é que isso acontece.
Será que no mesmo momento foram publicados alguns estudos e artigos sobre suas fantásticas propriedades obtidas através de uso tópico ou e interno? Será que o Bono Vox ou alguma celebridade muito gata deu algum depoimento a respeito?
É a mesma coisa com todas essas ondas de "super foods" - elas me deixam intrigada e desconfiada.
Não digo que couve, goji, chia, açaí, não tenham nutrientes excelentes, mas sei lá... não acho que concentrar todas as esperanças em alguns itens específicos vá salvar o mundo.

Seja como for, em algum momento do ano passado ou do outro, resolvi experimentar o bendito óleo de coco. E olha que gostei do bichinho.
Com certeza, a primeira vez que comprei foi durante os meses frios, pois lembro que à temperatura ambiente no armário o óleo de coco ficava sólido (e isso só acontece abaixo de 25oC, conforme a própria embalagem diz).
Logo adquiri o hábito de passá-lo no pão como fazia com a manteiga.

Costumo tomar cafés da manhã simples: algo salgado ou neutro, geralmente cereal ou um pedaço de pão, uma fruta, e chá ou café.

Devo ter tido um ataque de formiga em alguma manhã específica, e resolvi fazer uma pasta doce com o óleo de coco como base. A idéia era fazer algo que se parecesse a nutella. Não acho que tenha ficado muito parecido, não, mas ficou bem gostoso.

Como já aconteceu outras vezes de eu inventar alguma coisa na hora, gostar, e nunca mais conseguir repetir a receita, adquiri o hábito e manter um caderno na cozinha e tomar notas conforme preparo a comida.
Foi lá que anotei as proporções dessa pasta, que depois repeti diversas vezes. Lá pelas tantas me dei conta que podia guardá-la não só na geladeira (onde ficava com consistência firme), como também podia manter à temperatura ambiente, onde ficaria mais líquida, como uma calda. Passei a usá-la também sobre frutas, sorvetes e panquecas.

A proporção é:
2 partes de tahine (pasta de gergelim)
4 partes de óleo de coco
1 parte de cacau puro em pó
1 parte de mel
1 pitada de canela em pó

Pode-se preparar medindo com colheres de chá, apenas para comer na hora, ou preparar quantidades maiores para usar aos poucos.
O máximo de tempo que já mantive essa pasta na minha cozinha foi por 3 semanas, e ela se manteve boa. Se você a mantiver preparada por mais tempo que isso, fique de olho no aspecto e no cheiro para ter certeza de que está ok.

 

Uma dica: se o tahine usado para preparar a pasta for o finalzinho, o fundo do pote, o gosto de gergelim vai ficar mais acentuado, e a textura vai ficar mais granulada, menos lisa. Isso acontece porque a parte sólida do gergelim tende a sedimentar no fundo do pote, separando do óleo. Eu prefiro dar uma boa mexida no tahine incorporando bem os sólidos ao óleo antes de pegar a parte que vou usar na pasta.

E vocês, o que pensam de "super foods"?

11/11/2014 18:36:28

Julia

Comentário
Spread and a sauce? Genius! What else do you use coconut oil for? Remember to add it to your Besty List! http://www.thebesty.com/florarefosco

Resposta da Flora
Hi Julia! How are you? Oh, I owe an email. Sorry about my absence. I've been using coconut oil in place of butter to top bread, sauté vegetables, cake batter... have you been using it too? Thanks for passing by and leaving a comment! Hope to see you around :) I will try to get back to besty as soon as I get a chance.

01/11/2014 19:07:39

Deisy Emerich

Comentário
a cara desse pasta está demais!!! essa receita vou tentar com certeza para ver se aplaca as formiguinhas daqui. beijo!

Resposta da Flora
Dede, manda foto quando fizer :*

Deixar um Comentário